sábado, 5 de junho de 2010

Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade realiza cerimônia de entrega em SP

Estalinhos para essa matéria d'ACapa!! Foi impressão minha ou o grande destaque da noite foi a gente?? =D

Escola Jovem LGBT roubando a cena na entrega dos prêmios da Parada: Breno, professor de Fanzine; Bruna e Leandro, professores de dança; Deco e Lohren, diretores da Escola; Binho, professor de WebTV e, representando os alunos, os presidentes do E-jovem em Campinas e São Paulo, Karina e Felipe

Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade realiza cerimônia de entrega em SP
http://acapa.virgula.uol.com.br/site/noticia.asp?origem=slide&codigo=11030&target=_self&titulo=Pr%EAmio+Cidadania+em+Respeito+%E0+Diversidade+realiza+cerim%F4nia+de+entrega+em+SP

Por Redação 5/6/2010 - 11:20

Aconteceu nesta sexta (04/06) a cerimônia de entrega do Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade, que chega à sua décima edição. O evento foi realizado no auditório do Sesc Pompéia, em São Paulo.

A apresentação ficou a cargo da dupla Greta Starr e Francione Oliveira Carvalho. Greta tropeçou um pouco ao ler os textos da noite, e explicou que é daltônica, e ao imprimir as páginas com letras coloridas viu-se em apuros para decifrar as palavras. Foi aplaudidíssima.

Algumas celebridades compareceram, como Jean Willys, que entregou os prêmios da categoria literatura. O espetáculo "Rosas Brancas Para Salomé", estrelado por Salete Campari, foi premiado na área de teatro, e o assessor de imprensa da peça explicou que, exatamente naquele momento, Salete estava em cena atuando na montagem.

Um grande destaque foi a aparição do grupo E-Jovem, de Campinas, responsável pela criação da Escola Jovem LGBT. Integrantes do grupo e da escola subiram ao palco esbanjando charme e simpatia. A presidente do E-Jovem, Lohren Beauty (foto), deu a grande declaração da noite: "Tenho uma peruca na cabeça para fazer política!"

Confira a lista dos premiados:

DIREITO
Prefeitura de São Paulo e Governo do Estado de São Paulo - pelo decreto que legalizou o nome social de travestis e transexuais

Contraf (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro) - pela conquista do tratamento igualitário a casais homoafetivos

POLÍTICA
Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais - pela publicação do Manual de Comunicação LGBT

SAÚDE
Governo do Estado de São Paulo - pela criação do ambulatório de saúde de travestis

EDUCAÇÃO
Escola Jovem LGBT e Grupo E-Jovem de Campinas, pela criação da Escola

IMPRENSA
Revista Têtu (isso mesmo, a publicação gay francesa) - pelo trabalho jornalístico envolvendo reportagens políticas e de denúncia

Grupo Dignidade e Associação da Parada Paranaense - pela restauração e digitalização do lendário jornal "O Lampião da Esquina", publicado entre 1978 e 1981

PROPAGANDA PUBLICITÁRIA
Grupo Red / Somos (Colômbia) - pela realização de vídeos institucionais sobre a comunidade LGBT

LITERATURA
Editora Malagueta - pela publicação de obras direcionadas ao público lésbico

"Na Trilha do Arco-Íris", de Regina Facchini e Júlio Assis Simões, Editora Perseu Abramo - pela realização e publicação do livro que conta a história da militância gay no mundo e principalmente no Brasil

CINEMA
Foram premiados dois longa-metragens:
"Quanto Dura o Amor", de Roberto Moreira
"Do Começo ao Fim", de Aluízio Abranches

DOCUMENTÁRIO
"Bailão", de Marcelo Caetano, curta-metragem sobre a casa noturna paulistana ABC Bailão

TELEVISÃO
Foi premiada a série "Ó Pai Ó", dirigida por Monique Gardenberg

ARTES CÊNICAS
"Rosas Brancas para Salomé", texto de Gladston Ramos com direção de Nicole Puzzi e Julio Wargas, peça estrelada por Salete Campari sobre a lendária performer Salomé

MEMÓRIA
O prêmio foi para Paula Lira, travesti maranhense morta em 2009, vítima do HIV - por seu trabalho junto ao GATTI (Grupo de Ativismo de Travestis e Transexuais de Imperatriz)

INTERNACIONAL
Associação GALA da África do Sul - Memória de Gays e Lésbicas em Ação

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget