quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Escola Jovem LGBT volta às aulas com curso de Defesa Pessoal

  
O ninja Paulo Claro ensina jovens gays a se defender de ataques

A Escola Jovem LGBT volta às aulas nesse sábado inovando mais uma vez. Dando sequência aos seus cursos de Expressão Gráfica (Criação de Fanzines), Expressão Artística (Dança) e Expressão Cênica (WebTV), o Ponto de Cultura do E-jovem traz agora, pela primeira vez no Brasil, o curso de Defesa Pessoal LGBT.

De acordo com o professor Paulo Claro, que dá aulas de ninjutsu e se voluntariou a dar aulas na Escola Jovem LGBT, o curso é basicamente um curso de sobrevivência urbana. "Muitos dos que atacam os homossexuais o fazem esperando uma fragilidade, como os que atacam mulheres," explica ele. "O que vamos ensinar é como escapar de agarramentos, como impedir de ser agredido e como controlar o nervosismo." Ainda segundo o professor, os alunos terão aulas também de como imobilizar e desarmar um agressor, se preciso.

Para Deco Ribeiro, diretor da Escola, essa formação é essencial para esses jovens gays e travestis que, muitas vezes, passam a noite toda na rua, vulneráveis a toda sorte de homofobias. "O mais interessante é ensinar esses jovens gays e travestis como não se meter em enrascadas," afirma. "Se nós mesmos não nos cuidarmos, quem cuidará?"

O curso é gratuito e será oferecido todo sábado, das 10h ao meio-dia, na Escola Jovem LGBT: Rua José Camargo, 382 - Nova Europa - Campinas. Mais informações pelo telefone (19) 3307-3764, pelo e-mail escola@e-jovem.com ou no site http://www.e-jovem.com/.

 
Hay que endurecerse, pero sin perder la ternura jamás!

Um comentário:

Wellington Costa disse...

Nossa achei muito boma a idéia, pena que trabalho no sábado até a 13h, s não eu faria com certeza! =/

Ocorreu um erro neste gadget